David Mendes

A história? A história muda a cada objeto desenterrado?
Siga-me

Quem sou Eu?



By  David Mendes     08:55    Marcadores: 

Quem sou eu?

O artista expele da Alma as angústias que o atormentam; tenta demonstrar com flores as dores de seus próprios horrores.

Quem sou eu, senão o palhaço da corte? O bobo da noite... o tolo da foice?

O místico se põe como o mago sempre que se vê como um fraco. Sua magia é o amor, porém, o extremo é a dor.

E a cor? Onde está a cor? O violeta que violenta... o brilho translúcido que separa o azul celeste do púrpuro cume do Ser?

Se danço, danço para ser visto. Não quisto!
Se canto, canto para ser ouvido. Não tido!
E se escrevo, escrevo para ser lido. E não escrito!

Quem sou eu?
Artista ou místico?
Nenhum dos dois! Não sou artista, nem místico. O artista ganha o público, o místico o púlpito.

O que busco é o que observo há tempos aí em baixo. Sim… aí, bem no meio de vocês; aquilo que vocês têm de abundante e não percebem.

Outrora, quando estava aí, pensava que também não tinha. Porque, como vocês,  não percebia, não via e não sentia.

Daqui vejo bem. Vejo quem tem, e invejo por bem. Invejo porque aqui não tem. E é por causa dessa falta que me levo além.

Sabe... quero ir até vocês porque sei que aí tem. Porém, estando aí não mais verei o que agora vejo bem.

Não me tomem como um artista, muito menos como a um místico. Sou um escritor, e dos mais baratos: daqueles que entregam suas vidas à sarjeta e se delinquentam nas noites nojentas; impuras de outrem. Acredito que esses estiveram aqui, também. E daqui, como eles, ouço cada pensamento de vocês. Apontam meu Ego sem saberem o que é Ego. Os que me julgam têm a razão que não é minha, e reconheço que estão certos. Os que me admiram enxergam em mim o que eu mesmo não consigo ver. Mas quero ver... porque isso parece, sim, ser algo belo. Isso sim é o que eu sempre quis ver em mim. Mas daqui, não consigo. Daqui só consigo ver o que sempre quis, aí... dentre vocês.

O que me garante que, se eu voltar, terei como tatear essa beleza que há por aí, entre vocês, já que, outrora, eu não via, não sentia e cheguei a acreditar que não existia?

Eu sou um escritor. Sou, ainda, como aqueles das sarjetas. Não queiram ser como sou. Sejam como eres.

Não sou um artista, muito menos um místico. Sou um escritor; um sabotador de mim mesmo. Porque escrever é dar ao outro um pouco da sua dor... da sua carne. Escrever também é dar ao mundo sua maior alegria, e observar, imoto, o mundo se apossar do teu maior amor... da tua alma, seja ela gêmea ou não.

Escrever como escrevo mata-me a cada linha. Me sufoca profundamente e me entorpece num ódio que abomino.

Escrever é a minha forma de gritar o mais propagado possível para vocês; para você que está lendo isto, agora: “Ei! Aí tem amor, e vocês não estão se alimentando dele!”.

Suas belas roupas são incapazes de aquecerem suas almas. Elas apenas camuflam o Ser que vejo daqui; que sente frio, fome e medo.

Espero, algum dia, ser ouvido. Espero, algum dia, ser compreendido. Espero não ter sido em vão o bobo da corte... dessa corte Marcial. Pois sou um pouco de cada um de vocês, e escrevo o que observo daqui de longe, embora de tão perto, porque ainda vivo em vocês e vocês em mim. Escrevo o que observo em vocês, tanto quanto há em mim.

Aquele que salva uma vida, salva o mundo. Mas ninguém consegue salvar vida alguma senão a sua própria vida.

Quem sou eu?
Quem é você?
Quem somos nós, afinal?


Curta e Compartilhe a Página Oficial do Autor David Mendes

Sobre o Autor David Mendes

O Escritor Místico nascido na cidade de São Paulo é Autor do Livro "Astral - Uma Viagem sem Volta", puplicado no verão de 2015 e prefaciado por Angie Stanley, Escritora, Psicóloga, Palestrante e ocupante da Cadeira de Número 1 da Academia de Letras Cora Coralina. David está prestes a publicar sua primeira trilogia, "A Loja", e, logo mais, sua Obra mais aguardada por seus leitores, "CID10 - O Diário de Uma Esquizofrênica". Leia a Biografia Completa do Autor.


Antes de sair gostaria de assinar meu Blog?

100% gratuito

atualizado

sem spam