David Mendes

A história? A história muda a cada objeto desenterrado?
Siga-me

Feliz Matal e um próspero Ano Louco!



By  David Mendes     22:16    Marcadores: 

Em alguns dias começará mais um novo ano cívico. Visivelmente uma ilusão na qual os leigos alimentam ingenuamente. Pois, para cada Ser, há um ciclo que se inicia em data, hora, minuto e segundo diferenciado. Portanto, acreditar que um novo ciclo se inicia igualmente para todos numa data específica, e ainda dar maior amplitude a tal data do que em seu próprio aniversário, é prova sustentável de que o Ser está se esquecendo de si próprio; da sua personalidade; do seu Eu. Como se já não bastasse um calendário completamente distorcido, nos vendem a ideia de que cada qual é regido por datas solares e lunares iguais um do outro. Não percebemos o impacto que toda essa ilusão acarreta no plano material, mas há. Porque tudo o que está do lado de fora é resultado do Caos que houve do lado de dentro. Cada Ser vivente tem o seu ano novo particular, e ele acontece sempre no exato segundo da mesma hora do mesmo dia em que, pela primeira vez, o ar inflou nossos pulmões.

A dessincronização do tempo é uma jogada perigosa em nossas vidas. Segundo a natureza, em nosso hemisfério o ano começa no dia 21 de setembro, mas nos ensinaram que é no primeiro dia de janeiro. Basta só este erro implantado na mente do homem para privá-lo do contato direto com as criações divinas, colocando-o numa busca cega e infinita pelo seu Criador. E para invalidar de vez a visão do homem... para tirar dele a imagem nítida de Deus, fazem ele acreditar que o ciclo se reinicia, igualmente para todos, no primeiro dia de janeiro. Assim, dificilmente o homem consegue olhar para si próprio, e mata-se pouco a pouco a cada trezentos e sessenta e cinco dias. Se o homem fosse mais observador, veria que após as festas de fim de ano nada muda para o todo. Quem estava triste no começo de dezembro não chegará ao fim de janeiro dando pulos de alegria; o sorriso do vizinho retomará à mesma palidez que esboçou pelo ano todo; as contas de luz, água e gás não vão diminuir e, é bem provável que você tenha que se desgastar um pouco mais para quitá-las.

Mas essas festas de fim de ano são muito boas e servem mesmo para reunir toda a família. Feliz Natal pra lá, Feliz Ano Novo pra cá. É geralmente após as comemorações que o inferno começa. O ser humano é um bicho volátil. E é por isso que, frequentemente, e com razão, ganham o título de bipolares. Não se vê por aí cachorros, gatos, elefantes nem chimpanzés com mudanças de humor como acontece frequentemente com o ser humano. Embora os animais também sofram influências dos astros, são, sem sombra de dúvida, normais em seu modo de viver. Mas é claro... eles não seguem regras pré-determinadas por nenhum sistema cultural religioso. Os silvestres não possuem um calendário. Já os humanos, sim. E é por isso que o animal humano apresenta sinais claros de falha de memória. Mas não se engane, pois o lapso é no caráter. Se esquecem com facilidade dos dias passados, quando desejaram, de corações puros e contritos, amor e prosperidade a outrem.

Não! O homem não tem a memória fraca. Ele apenas desconhece sua própria natureza. Pois se realmente a conhecesse, saberia se proteger melhor de suas próprias emoções. Se conhecesse os ciclos que regem sua vida de forma particular, questionaria bem menos sobre a existência de Deus. Olhe para o Ser depressivo do mês de dezembro: daqui um ano, exatamente em dezembro, é bem provável que ele esteja falando em em suicídio mais uma vez. E o exaltado do mês de julho? Certamente que este sempre estará exaltado nos meses de julho. Mas os ignorantes sempre atribuem, a isto, culpados externos.

Bem... diante desta minha reflexão, não desejo a você um próspero ano novo. A prosperidade depende única e exclusivamente de cada um, e não será um desejo meu direcionado o que trará prosperidade para a vida de um indivíduo específico. Prefiro desejar uma nova consciência a todos. Pois, a este meu desejo, sei que alimentarei dia e noite, incessantemente, até o fim dos meus dias por aqui.

Paz Profunda!
David Mendes

Curta e Compartilhe a Página Oficial do Autor David Mendes

Sobre o Autor David Mendes

O Escritor Místico nascido na cidade de São Paulo é Autor do Livro "Astral - Uma Viagem sem Volta", puplicado no verão de 2015 e prefaciado por Angie Stanley, Escritora, Psicóloga, Palestrante e ocupante da Cadeira de Número 1 da Academia de Letras Cora Coralina. David está prestes a publicar sua primeira trilogia, "A Loja", e, logo mais, sua Obra mais aguardada por seus leitores, "CID10 - O Diário de Uma Esquizofrênica". Leia a Biografia Completa do Autor.


Antes de sair gostaria de assinar meu Blog?

100% gratuito

atualizado

sem spam